Olhar para o interior de nós mesmos é essencial para garantir uma boa qualidade de vida. Reconheço que os tempos atuais estão repletos de crises e instabilidade. Devido a isso, cuidar da nossa saúde emocional é ainda mais necessário, já que está no nosso controle, ao contrário do caos externo.

A Psicologia define a inteligência emocional como a capacidade do indivíduo reconhecer seus sentimentos, emoções e lidar com eles de forma saudável. Quando há um perfeito equilíbrio e entendimento, é o que chamamos de saúde emocional.

Com a saúde emocional em dia, possuímos mais habilidades para lidar com os problemas, seja de âmbito pessoal, profissional, social, financeiro e acadêmico. Além disso, pessoas saudáveis emocionalmente tendem a ter muito menos transtornos psicológicos, como ansiedade e depressão.

Aliás, estudos científicos já provaram que sentimentos mal resolvidos do paciente pode facilitar o aparecimento de doenças físicas como câncer, diabetes, patologias cardíacas e herpes labial, além de dores de cabeça e estômago em momentos de estresse.

Portanto, desenvolver e aprimorar a saúde emocional deve ser aprendida por todos. Confira alguns costumes para pôr em prática já!

  1. Procure nomear suas emoções e refletir sobre os pensamentos que teve em cada situação. Caso seja pensamentos negativos, não os reprima. Você deve reconhecer que algumas experiências são desconfortáveis de sentir, porém necessárias.
  2. Aceite que existem muitas coisas que não estão no seu controle, inclusive as ações das pessoas. Liberte-se de fardos que não são seus. Lembre-se de focar nos seus próprios atos e o que você pode fazer para melhorar sua vida independente de agentes externos.
  3. Aprenda a dominar as suas emoções e não suprimi-las. Você é um ser racional e está no controle de si. Não deixe que sua mente aja contra você. Para isso, recomenda fazer exercícios de respiração, meditação e manter uma rotina de exercícios físicos que mais te agradam.
  4. Permita-se ser um pouco egoísta. Respeite seus limites e não seja refém dos problemas que não pertencem a você. Diga “não” quando sentir que deve. E realize práticas de autocuidado que o deixem feliz.
  5. Busque ajuda! Não há vergonha nenhuma em fazer terapia. Cuide da sua mente. Já conhece o método da hipnoterapia? É uma técnica que proporciona uma jornada profunda sobre autoconhecimento e enfrentamento de emoções.

Se interessou? Eu posso te ajudar!

Compartilhar: