Você já ouviu falar sobre crença limitante? Mesmo que não conheça o termo, provavelmente esse aspecto já esteve presente na sua vida sem ao menos você perceber ou entendê-lo.

Inicialmente é importante ressaltar o significado de crença. Diferente do que a maioria das pessoas associa, crença não está diretamente ligada a alguma religião. Ela é uma interpretação ou pensamento convicto sobre algo, assim como uma verdade absoluta, em que o indivíduo acredita fielmente mesmo que não seja verdade.

Ao aceitar pensamentos e opiniões como uma verdade absoluta, pode desencadear um efeito negativo relacionado ao seu crescimento e desenvolvimento tanto nos contextos de vínculo pessoal como profissional. Pois, quando acreditamos em algo como única verdade excluímos as outras possibilidades e tendemos, a evitar o contexto diferente.

Um exemplo de crença limitante pode surgir quando se escuta afirmações como: “ele é mais inteligente do que você”, “mulher não sabe dirigir” ou “gente magra é mais bonita”. Frases como essas são ditas e repetidas diariamente pela sociedade e pela mídia.

 

Crenças limitantes, família e amigos

Nossa família costuma ser o primeiro contato social que temos, especificamente na infância. E, nossa construção enquanto seres humanos se dá a partir de tudo aquilo que vivemos e nossas experiência, incluindo também a qualidade do vínculo que desenvolvemos com os nossos.

É comum que ideologias presentes em nossos pais e familiares possam influenciar nossa vivência ao longo das fases da vida. Normalmente é durante a juventude que há um maior movimento em questionar as ideias que lhe foram impostas, optando por seguir um caminho diferente ou não.

Todavia, nem sempre é fácil se livrar de uma crença limitante, principalmente quando essa verdade absoluta condiz com o seu estilo de vida. Você não precisa abandonar seus princípios ou hábitos antigos, desde que você reconheça que esses costumes não prejudicam o seu bem-estar, especialmente o mental.

Geralmente os amigos ou familiares também podem perceber quando uma crença limita alguém. Este é o momento de ouvir uma opinião construtiva de fora e realizar um exercício de reflexão sobre si próprio, já que muitos de nossos atos estão no “modo automático”, tão internalizados, que nem nos damos conta do quão mal podem nos fazer, limitando ou impedindo a construção da nossa vida.

Aceitar ajuda para lidar com essa situação também pode ser necessário, já que muitas vezes o indivíduo crê que uma crença limitante seja o normal. A hipnoterapia é uma técnica recomendada para tratar esse tipo de assunto.

 

Como a hipnoterapia ajuda a lidar com a crença limitante

A hipnoterapia tem como prática a análise profunda das memórias que estão submersas no inconsciente do paciente. O objetivo é a busca por um caminho melhor, para que a pessoa assuma o controle da própria vida de uma maneira mais saudável, o que gera um equilíbrio emocional adequado.

No tratamento com hipnoterapia, as crenças são identificadas e tratadas de forma adequada, o que por fim amplia a capacidade de ação e desempenho do indivíduo. Além também do desenvolvimento do autoconhecimento e abertura para ressignificar conteúdos outrora traumáticos.

O primeiro passo é reconhecer que pode ir além e merece alcançar o bom que a vida pode lhe dar! Não espere mais. Busque ajuda, um bom psicólogo pode ajudar nessa jornada rumo ao autoconhecimento.

Compartilhar: