Você já parou para pensar que o medo pode ser uma fonte transformadora e que trás amadurecimento pessoal? Sim! Você não leu errado!

Passamos a vida fugindo de tudo o que tememos, portanto evitando. Quando na verdade deveríamos olhar para esta emoção com muito respeito e atenção. Tudo aquilo que nos faz sentir medo sugere pontos em nós mesmos que podem ser analisados e ressignificados.

Por exemplo, se eu estou num momento que temo a morte por falta de oxigênio nos hospitais em tempo de pandemia da Covid-19, devo refletir se o ponto principal desta emoção não é o medo da morte em si ou talvez, o medo pela vida que ate agora posso ter deixado de viver, ao invés da pandemia apenas? A auto análise poderá nos levar ao autoconhecimento e, portanto, ao crescimento e fortalecimento do que somos e da forma como agimos.

É certo que a grande maioria está ansiosa e tensa com as crises que vieram com a pandemia, mas lidar com o tema de que um dia todos iremos morrer é algo inerente a vida e não somente a pandemia. Ou seja, é algo enraizado num lugar muito mais profundo de nosso inconsciente, mais do que julgamos ser. E, a direção que estamos dando a nossa vida também, que sentido ela tem, combina com você.

O medo de perder alguém, de sofrer uma doença, da ansiedade e estresse que vem com tudo isso é absolutamente normal, vivemos tempos de incertezas, mas através do enfrentamento deste medo, e não da fuga, é que se pode conviver bem com ele.

Não fuja daquilo que você teme, se permita aprender com isto: compreenda, analise e reflita. Tudo aquilo que sentimos tem algo a nos dizer.

Quer alguns exemplos?

Se você é uma pessoa que morre de medo de ficar sozinho, qual será a razão e origem deste medo? Está em um trauma da infância? Na ausência do pai ou da mãe em sua vida? Num ex relacionamento abusivo, o qual você ficou com sequelas e ainda não se permitiu olhar?

Você tem medo de engordar e perder o que considera uma boa aparência? Por que você carrega este medo? Tem medo de ser julgado? Ou seria o medo de não ser mais desejado pelo sexo oposto? Foi criticado por sua aparência quando criança ou adolescente? O que leva você a temer algo que para outros pode ser irrelevante?

Você tem medo de ser traído por seu cônjuge? Por quê?

Todas as repostas levam a um conhecimento sobre quem você é, sobre seus pontos fortes e fracos e com essas informações, você aprende a viver melhor.

O enfrentamento do medo é um exercício de auto análise, que resulta no melhor conhecimento que se pode adquirir a vida toda: sobre você mesmo.

Aproveite a segunda onda da pandemia, que todos consideramos algo ruim e transforme este momento em algo positivo: encare seus medos, analise, reflita e descubra quem você é, como age e seus porquês.

Para isso, para ajudar o máximo possível de pessoas eu escrevi o livro “Chega de fugir do medo – resgate sua confiança e promova autoconhecimento”, um manual fácil e gostoso de ler, onde você vai aprender a olhar esta emoção tão importante que carrega e usá-la a seu favor.

Imagine um livro com exemplos de pacientes fictícios que parecem reais! Exercícios de auto análise com comentários embasados na Psicologia Comportamental, além de explicações romanceadas, que levam você a uma viagem para dentro de si!

Não pode sair de casa porque está com medo da pandemia?

Enfrente este medo e use esta fase a seu favor!

Se conheça e viva melhor!

https://loja.literarebooks.com.br/psicologia/chega-de-fugir-do-medo-resgate-sua-confianca-e-promova-autoconhecimento

Compartilhar: